Sexta-feira, 26 de Junho de 2009

Este Post tem bolinha e aviso já que vou dividi-lo em 2 partes (ou 3). Não quero cansar e não há tempo para dar três de seguida. Aqui há liberdade para o período refractário. Quem é amiga quem é?

 

I/II (ou III)

As Queixas.

 

Pegando na “doce” e “linda” Susan Boyle e juntando sexo dá o quê? Não dá nada! Porém, tinha que iniciar o texto de alguma maneira, e esta foi a melhor que encontrei.

“Que M#4d@!?! É que vou já mudar para outro qualquer blogs.sapo.pt” – Pensam já os nossos maravilhosos leitores.

 

- Acho que ir apanhar ar para outro blog é muito saudável. Mas ficar, arriscar e ler até ao fim também pode ser uma boa solução. (Ou talvez não…???)...

 

Em frente! Onde é que ia? Ah! Os Ésses: Sexo e Susan. Lá que a dita senhora nunca tenha praticado o amor é uma coisa, agora que ninguém a tenha convencido a um belo humm…a…e..humm… Boca doce, já é outra coisa. Ela não engana ninguém, e o mais certo é que já tenha ludibriado alguém com aquela voz… boca.

 

Eh lá! Solicita-se calma aos defensores da vozinha de ouro. Eu cá não quero ofender.

 

Vamos começar a falar bem ou tentar…

(A partir daqui AGaja do palácio já não se responsabiliza)

 

Sexo Oral.

Eis que os olhos se abrem e a mente desperta.

Ao longo dos tempos lá vamos ganhando experiência e conhecimento, quem é que não tem qualquer coisinha para dizer?

 

Nós sabemos que vocês gostam. Muitos não dispensam e para outros é mesmo obrigatório. Sexo que é sexo tem que incluir a bela da chupadela, porque se não tiver é como… é como pedir um bitoque e lá faltar o ovo estrelado.

 

AsGajas tem consciência do que OsGajos gostam e precisam. Sabemos que um boca doce fantástico se prende com um bom movimento bocal e manual. Contudo meus queridos, vamos lá ter paciência, é que nem sempre é fácil. Temos que pensar em tudo e ter sempre em mente que V. Exas. apreciam muito a variedade e que a monotonia tem que ficar de fora da equação.

 

Qual a razão para tanta recusa em descascar a Banana?

Qual o grande problema daquilo que se diz ou que se faz?

Não… Não é a higiene… Porque se aquilo não tiver visto água com certeza que não irá ver sabão.

 

PÊLOS!

(É horrível e desconcertante ficar com coisinhas encravadas na garganta/dentes).

Já vos passou pela cabeça, o quanto é irritante apanhar com o belo do pêlo púbico? Quebra logo ali… Coisa que vocês não gostam, mas fazer o quê? Tem mesmo que existir a paragem para um “aguenta-te aí que eu tenho que tirar isto da garganta”.

É uma imagem linda, certo? Tss… Tss… Sim, eu sei que o problema não é só vosso. É igualmente chato apanhar um cabelo nosso na boca (até porque são maiores e tudo), e como nem todas têm tamanho suficiente para o prender… não há escapatória.

 

MÃO NA CABEÇA!

(Excitante e perigoso)

AGaja gosta. É importante a orientação. A mão do OGajo funciona como um Metrónomo é certo, mas o sacana perder o norte e começar a aumentar a velocidade como se tivesse a ter um ataque epiléptico é que não. Ter a ponta da gaita a sair-nos pela nuca? EPÁ NÃO! Vocês não gostam que vos puxemos as peles como se não houvesse limite, nós não queremos deslocamentos da traqueia. Portanto lembrem-se! As orientações são essenciais e se souberem dá-las só pode ser produtivo. Vocês até têm jeito em dar orientações. Pedir orientações já é outro caminho e eu não vou por aí (pelo menos neste post).

 

O TEMPO!

Uma das coisas que AsGajas se queixam é o tempo que os machos demoram a ter o vulcão em erupção. É aborrecido e deixa de ser animador. E porquê? Porque às tantas parece que estivemos a comer pevides das mais salgadas que existem. O efeito é igual! Os lábios deixam de fazer parte do corpo, porque simplesmente deixamos de os sentir.

 

VISÃO!

O tamanho! Meus caros o tamanho é importante… lamento informar. Gaja que diga que não é, mente não querendo ferir sentimentos. Digam lá meninas, imaginam-se a ter prazer a comer um mini-milk? Escolham lá vá, Ah poisé!

 

Nota para OsGajos:

Ora se existe uma criança em cada uma de nós nem sempre existe uma Heather Brooks. (Famosa actriz porno conhecida pelas suas habilidades, para os mais distraídos).

 

Até à próxima parte…




Terça-feira, 16 de Junho de 2009

 

Ponto prévio: Susan Boyle é a filha perfeita.  

 

A diferença fundamental entre ter um filho e uma filha é precisamente o sexo (ena!!). Não o sexo dos miúdos mas o sexo que os miúdos vão fazer e a forma como os preparamos nesse sentido.

 

Pode o mundo dar 350 mil voltas. Pode a terra ser colonizada por seres extra terrestres. Pode toda a sociedade tal como a conhecemos desaparecer engolida por um vulcão mau com tentáculos de lula gigante. Há coisas que não vão mudar nunca! E a todos os que dizem "ahh nunca digas nunca" eu questiono: é de exemplo que se precisa? Vamos lá. Nunca em tempo algum se ouvirá um pai dizer orgulhoso:

 

"A minha filha faz hoje 16 anos vou levá-la a perder a virgindade, é o dia mais feliz da minha vida. Vão enfiar-lhe um sardo". Esta frase não vai ser dita nunca. NUNCA! Mais rapidamente a Manuela Moura Guedes realiza um felácio ao Marinho Pinto.

 

Por outro lado, se filho nosso não chegar a casa até aos 14 anos a queixar-se de pruridos na gaita derivado a contacto sexual desprotegido com a badalhoca do ano acima… não há como evitar um ligeiro sentimento de frustração e falhanço.

 

E isto não vai mudar! Filho homem quer-se despachado da cruz da virgindade o mais depressa possível, de preferência com gonorreia e herpes genital à mistura. Filha mulher pretende-se casta e pura, só come calipos depois dos 25 e quando supervisionada. Não vá entusiasmar-se por instinto...

 

Este post não tem como propósito tentar alterar esta realidade. Quero com isto prestar a minha homenagem póstuma a um homem chamado Patrick Boyle. Sim! O pai da mais recente destravada que o mundo fez questão de abraçar: Susan Boyle.

 

Observo Susan Boyle e não consigo deixar de imaginar que seu pai a contemple com o terno sentimento de dever cumprido. Estamos a falar de uma mulher com mais de 50 anos, virgem e que até há bem pouco tempo nunca tinha dado um beijo na boca de um homem. Apetece dizer "bom trabalho Patrick. Parabéns!".

 

Contudo, se merece um forte aplauso pelo óptimo trabalho desempenhado na preservação da pureza e integridade da sua filha. Também é verdade que perpetuou ao limite da insanidade aquela ansiedade que antecede as noticias trágicas… este homem viveu décadas com a mesma inquietação "será que a minha filha já foi conspurcada? Terá sido hoje?".

 

A virgindade de Susan Boyle é motivo de orgulho paterno? Ou o prolongamento asfixiante da maior das inquietações de um pai? Apesar de ser a mais trágica das notícias há uma sensação de alívio associada ao momento em que a filha perde a virgindade. Uma espécie de “pronto, já não tenho de me preocupar mais com isso…”

 

Quem foi afinal Patrick Boyle. Um herói? Um homem eternamente amargurado pela dúvida? Talvez um pouco dos dois? Hoje não trago conclusões, talvez uma: até uma filha perfeita arranja forma de infernizar a vida de um pai. Parabéns Patrick. Forte abraço.

 

PS: Susan Boyle beijou um homem na boca e acabou num hospital psiquiátrico. E se perder a virgindade?




Sexta-feira, 5 de Junho de 2009

O ritual das Sextas-Feiras.

Ir com as colegas/amigas ao café e no caminho parar no quiosque do Sr. Manel (nem sei se o homem se chama assim. Quando desconheço o nome, passam a chamar-se Maneis). Bom… No quiosque do Sr. Manel, AGaja entrega o Euromilhões na esperança que lhe toque qualquer coisa.

 

Sr. Manel: É hoje? AGaja: Claro que é!

 

Ai caramba! Toda a santa semana acredita-se e aposta-se. AGaja já é Euromilionária? Naaaa…

 

Acertar no OGajoMilhões também é assim. Acredita-se, aposta-se e durante uma vida ou ficamos a zeros ou…

 

Podemos desejar um Brad Pitt na cama, mas a verdade é que nos pode calhar um Bill Gates ou um Eremita ou até mesmo um Zé-ninguém. Os homens não são como as rifas, ninguém nos obriga a ficar com eles. Felizmente a evolução da história trouxe-nos o poder da escolha.

 

Porque nos queixamos? Afinal onde está o problema? Está nas más escolhas que fazemos!

É como acertar no Euromilhões. É quase impossível atinar com os números da sorte, porém podemos ser felizes se andarmos lá perto.

 

Fiel-Carinhoso-Divertido-Alto-Bonito. Estrelas? Dinheiro + Casa própria. = 5+2

 

Acertar em cheio? Talvez. Até lá vamos ficando com um 2+1, 1+2, 3+1 e etecéteras. É ou não é?

 

Nunca estamos satisfeitas, seremos as tais, as eternas insatisfeitas e ainda bem. E porquê? Porque a insatisfação traz a busca pelo melhor. Por isso é que toda a semana vou ao encontro do Sr. Manel.

 

AGaja conhece uma prima de um amigo, que é cunhada da tia da Sra. Maria (dona de uma loja de géneros alimentícios) que não é irmã do Sr. Manel (mas que podia ser), que tem um 5+2 e meia volta queixa-se da sorte. “Tem bicho a maçã que lá tenho em casa”.

 

- Continuamos a jogar?

- Claro! Somos burras ou quê?

- Ou quê!

- Como ganhar sem jogar?

 

Não se pode! Temos que continuar a apostar minhas queridas Gajas.

No caso das relações também tentamos alcançar alguma coisa. Por exemplo, ter uma relação quando conhecemos alguém... Pode sair um acidente de percurso, um part time, pode não dar em nada ou um nunca se sabe... Porém Contudo Todavia, pode correr muito bem.

 

Não me saiu nada na semana passada e não é por isso que deixei de jogar. Hoje é dia de ir ter uma conversa com o Sr. Manel.

 

AsGajas querem ser Euricas.

* Eurica = Eu Sou Rica = Euromilhões = OGajoMilhões

 

É por aí… e se não for mudem de rota.

 

Nota: E se aplicasse esta teoria ao Sexo hein? Vou pensar nisso...




Aqui as perspectivas são diferentes… tão diferentes quanto um gajo e uma gaja podem ser
mais sobre mim
Fevereiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27



posts recentes

O Rabetinha que há em mim...

As Sogras… A Continuação.

Os Conselhos de Sue

Se a sogra fosse boa... N...

Às vezes prefiro ver o Dr...

És diabética? Não? Então ...

AS BANHEIRAS DAS GAJAS SÃ...

Não é um bicho de 7 cabeç...

NÃO REPARAS EM NADA DE DI...

Susan Boyle gosta do Pudi...

Cesto da Roupa

Fevereiro 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Tags

todas as tags

subscrever feeds